O Esquenta para baladas tem ponto marcado para a pessoas descoladas. com Lana Côrtes

Olá tudo bem com vocês? Atenção, inaugura nesta próxima sexta-feira, dia 27 de abril. tá?

Fala serio! Você trabalha a semana inteira, quer sair em uma sexta-feira depois do escritório e ainda tem que passar em casa para se arrumar? Ai, depois você marca um “esquenta com as amigos, certo? Não precisa mais, pois agora temos um Salão de Beleza na Vila Olímpia  que lançou uma experiência exclusiva pré-balada. Com uma  equipe descolada,  a nova tendencia é a “Beleza na Balada”, faz  o famoso ‘esquenta’ enquanto os clientes se preparam para a noitada. Pelo que pude perceber a paquera e diversão começa ali mesmo. Vou conferir, que acham?

beleza balaDA

A empresária Luciana Gramacho lança no próximo dia 27 de Abril, das 20h às 00h, uma experiência única para os clientes do Jacques Janine da Vila Olímpia: o projeto “Beleza na Balada”, que tem o objetivo de proporcionar uma ação exclusiva de happy hour/pré balada todas às sextas-feiras.

Analisando o perfil de sua equipe descolada, moderna e divertida, Luciana teve a ideia de criar uma ação inovadora para o Brasil, que já é tendência nas capitais mais badaladas da Europa. Por estar em uma região rodeada de muitas empresas, comércios e baladas, a empresária resolveu otimizar o tempo de seus clientes, que muitas vezes não conseguem voltar pra casa para se arrumar e sair novamente, e criou assim o “Beleza na Balada”. O projeto traz para os clientes a junção dos serviços de Make e Penteados, regados à drinks, DJ, Finger Food e mais do que isso, a vibe de uma equipe de anfitriões, que transforma esse momento em uma festa.

“O salão está localizado em um bairro que reúne as principais atrações da noite paulistana e conseguimos unir o que há de melhor nesta experiência: atendimento diferenciado, alegre e em clima de festa, com clientes de todos os estilos, que curtem a noite paulistana sem deixar o glamour de lado. Tem o pessoal que só quer curtir um pouco a sexta antes de descansar, todas as tribos passam por aqui! É um mix enorme de público“, conta a empresária.

Com formação em psicologia e educação, Luciana sentiu a energia da sua equipe e transformou isso em uma ação que incorpore a essência desses profissionais em um momento único para seus clientes. “Queremos um espaço para receber todo mundo que tenha vontade de viver uma experiência diferenciada num salão de beleza.  Em pleno século XXI muitas barreiras, estigmas e rótulos estão sendo quebrados e inovar é fundamental! Oferecer um ambiente diferenciado em um horário oportuno para os serviços de beleza e ajudar as pessoas a arrasarem na balada também é um dos grandes objetivos da ação” conclui a empresária.

A experiência “Beleza na balada” oferece planos de beleza + esquenta que variam de R$ 190,00 a 300,00 ou os serviços podem ser adquiridos individualmente. O espaço também oferece a realização de eventos privados, como dia da noiva, do noivo, despedidas de solteiro, aniversários e happy hours corporativos ou entre amigos.

Serviço:

Beleza na Balada – Jacques Janine

Onde: Jacques Janine – Vila Olímpia

Data: Todas as sextas

Horário: 20h às 00h

Local: Av. Dr. Cardoso de Melo, 1331 – Vila Olímpia, São Paulo – SP, 04548-005

Anúncios

3 piscinas surpreendentes do Four Seasons Hotels and Resorts

Se você também adora lugares lindos, incríveis, conheça agora as piscinas mais atraentes para sua próxima viagem. com Lana Côrtes

Um abraço da natureza em Chiang Mai, vista para o mar em Seychelles ou um oásis urbano em Xangai  Essas são algumas das piscinas mais incríveis do Four Seasons ao redor do mundo.

 Encravada em meio aos campos de arroz no Four Seasons Resort Chiang Mai, a área da piscina também é dedicada ao relaxamento e bem-estar, tema marcante no resort. Há ainda villas com piscina privativa e que exalam o espírito vibrante do norte da Tailândia. Grandes janelas e amplas varandas completam a sensação de imersão na natureza e tranquilidade.

Cercadas pela densa mata nativa, as villas do Four Seasons Resort Seychelles têm uma vista inigualável para o mar. Para aproveitar ainda mais o paraíso particular, o hotel providencia um exclusivo bar molhado, com as bebidas preferidas de cada hóspede. Já na piscina do hotel, os mimos incluem bebidas geladas servidas a cada hora ehá também um funcionário especialista em desembaçar os óculos de sol.

Um oásis urbano ocupa o 41º andar do Four Seasons Hotel Shanghai Pudong. A piscina interna com borda infinita pode ser reservada de forma exclusiva depois das 23h, com direito a canapés e espumante, por exemplo.

Sobre Four Seasons Hotels and Resorts:

Fundado em 1960, Four Seasons Hotels and Resorts se dedica a aperfeiçoar a experiência de viagens por meio de inovação contínua e os mais altos padrões da hotelaria. Operando atualmente 110 hotéis e resorts 38 projetos residenciais nos principais destinos em 46 países, e com mais de 50 projetos em desenvolvimento, Four Seasons aparece com frequência entre os melhores hotéis e as mais prestigiadas marcas em votações de leitores, resenhas de viajantes e os principais prêmios do setor. Para mais informações visite www.fourseasons.com/br. Para novidades visite press.fourseasons.com e siga @FourSeasonsBR no Twitter e no Instagram.

  pode ser a causa de lesões amareladas nas pálpebras – Lana Côrtes

olhos

Se você acha que o colesterol alto só coloca em risco a sua saúde cardiovascular, saiba que taxas elevadas dessa gordura também podem levar ao desenvolvimento de placas amareladas nas pálpebras, chamadas de xantelasma.

E quem diria que a “La Gioconda”, mulher que serviu de modelo para a pintura Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, sofria deste mal? Segundo análises feitas no quadro pela Universidade de Palermo, há sinais do xantelasma no olho esquerdo da Mona Lisa, além de lipomas subcutâneos em sua mão direita.

Mas, afinal, o que é xantelasma? Xanthos vem do grego e quer dizer ‘amarelo’ e elasma ‘placa de metal’. De acordo com a oftalmologista e oculoplasta, , o xantelasma é um problema benigno, frequente e recorrente que causa problemas estéticos e costuma ser mais prevalente em mulheres de meia idade.

“O xantelasma é caracterizado por placas macias e amareladas nas pálpebras superiores e/ou inferiores, geralmente no canto medial das pálpebras (mais próximo ao nariz).  As lesões se formam a partir do depósito de gordura e colesterol embaixo da superfície da pele. Esse depósito acontece por uma deficiência da oxidação lipídica que dá início a um processo inflamatório que leva às lesões”, explica Dra. Tatiana.

O xantelasma não causa nenhum sintoma, porém cresce de forma rápida e progressiva e pode levar um importante impacto estético. “É uma lesão que pode tomar uma boa extensão das pálpebras, interferindo no convívio social e afetando a autoestima. Além disso, não regride espontaneamente, precisa ser removido”, comenta Dra. Tatiana.

Risco cardíaco?
Embora seja um tema controverso, alguns estudos mostram o colesterol alto está presente em cerca de metade dos pacientes. Um estudo concluiu que este tipo de lesão é um fator de risco para doenças cardiovasculares, como infarto do miocárdio, aterosclerose, entre outras.  Portanto, o paciente deve ser encaminhado para um cardiologista para passar por exames que possam diagnosticar a hiperlipidemia.

Ideal é remover as lesões logo no início
“Infelizmente, o xantelasma é uma condição de difícil manejo, justamente por estar localizado geralmente no canto medial das pálpebras, uma região muito sensível e delicada. Os tratamentos podem trazer efeitos indesejáveis. Por isso, o ideal é sempre tratar precocemente”, comenta Dra. Tatiana.

Para a remoção dos xantelasmas que já tomaram grande parte da superfície das pálpebras e que afetam a autoestima, levando inclusive à privação social, é recomendado uma cirurgia para remover a lesão. “Às vezes, é preciso de retalho ou enxerto cutâneo no caso de lesões muito extensas. Por isso, é ideal remover assim que o paciente nota o aparecimento do xantelasma”.

Em alguns casos, pode-se remover o xantelasma no mesmo tempo da cirurgia de blefaroplastia. No caso do xantelasma, a blefaroplastia é feita para remover as lesões e promover um bom resultado estético.

O oftalmologista especialista em plástica ocular é o profissional que melhor conhece a região das pálpebras. Ele irá fazer uma avaliação rigorosa da pele, textura, flacidez, além dos nervos e demais estruturas do olho. Em muitos casos, podem ser necessárias várias cirurgias.

“Além de cirurgia, lasers e ácido podem ser eficazes, dependendo do tipo de pele do paciente. Por fim, infelizmente, independente da técnica escolhida, cirúrgica ou não, o xantelasma pode voltar a se desenvolver”, comenta Dra. Tatiana.

Prevenção
Como uma parte dos casos está ligada a altos níveis de colesterol no sangue, uma forma de prevenir o xantelasma é cuidar da alimentação e fazer exames periódicos para avaliar as taxas de colesterol no sangue. Mas, nos casos chamados de idiopáticos, sem causa definida, não há prevenção.

Especialista em pele negra desembarca no Estética in São Paulo no dia 07 de abril – Lana Côrtes

A esteticista Cris Boneta, dona do Espaço de Estética e Beleza batizado com seu próprio nome – Espaço Cris Boneta, vai dar a palestra Pele Negra: A Beleza e a sensibilidade da pele. A carioca ficou famosa em todo o país pelo sucesso estrondoso dos procedimentos estéticos para pessoas de pele negra. Ainda na adolescência se apaixonou pela estética justamente pela rotina de cuidados que tinha com sua própria pele. Boneta é negra e enfrentou o grande vilão das peles mais escuras: as manchas causadas pelo excesso de melanina. “Durante a palestra darei dicas valiosas sobre como tratar, as principais características e tons de pele negra e outros aspectos relacionados ”, explica.

Serviço: Palestra – Pele Negra: A Beleza e a sensibilidade da pele

 

Data: 07/04/2018

Local: Palácio de Convenções Anhembi

Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1209 – Santana

São Paulo, SP 02012-021

Horário: 11h40

Mais informações: http://www.esteticainsaopaulo.com.br/

Cinco mitos e verdades sobre a saúde ocular – Lana Côrtes

Especialista esclarece o que é mito e o que é verdade na hora de cuidar dos olhos

olhos1

É verdade que pingar leite materno nos olhos do bebê ajuda a tratar conjuntivite? Entrar na piscina com lentes de contato não é recomendável? Comer cenoura pode evitar doenças oculares? Essas são algumas das muitas dúvidas que surgem quando se fala sobre saúde ocular. Por isso, a Dra. Milena Naomi, especialista do HCLOE – Oftalmologia Especializada, esclarece o que é mito e o que é verdade sobre a saúde dos olhos.

  • Poluição, stress e sol podem prejudicar a visão?

VERDADE. Segundo Naomi, são grandes vilões dos olhos no dia a dia. “A primeira pode afetar os olhos através da poeira e das pequenas partículas e impurezas suspensas no ar que ao entrarem em contato com o órgão, propiciam o surgimento de alergias oculares, irritações e lacrimejamento. Já o estresse aumenta os níveis da fadiga ocular, e pode ocasionar sintomas de visão embaçada e miopia induzida”,detalha.

Quanto à exposição ao sol, o problema está na radiação solar ultravioleta, que, em níveis muito elevados pode contribuir para o aparecimento de problemas oculares como a catarata.

  • Óculos podem perder a validade?

DEPENDE. A validade de um óculos depende da mudança de grau de cada pessoa, e, para isso, não existe uma regra fixa. Algumas pessoas podem manter um grau instável por muitos anos, enquanto outras, podem ter sua visão alterada em cerca de seis meses. Dra. Milena Naomi explica que diversos fatores podem influenciar essa mudança. “Em crianças, por exemplo, o crescimento natural do olho pode afetar o grau, diminuição da acomodação da córnea, catarata, diabetes mellitus mal controlado, alteração de curvatura da córnea, entre outros. Por isso, é recomendada uma consulta oftalmológica anual para avaliar o grau e a validade do óculos”, pontua.

  • Pingar leite materno nos olhos do bebê ajuda a melhorar a conjuntivite?

MITO. Este é um grande mito a respeito da conjuntivite infantil. Apesar de o leite materno ter grandes propriedades para o sistema imunológico, não é recomendada a sua aplicação nos olhos do bebê. “O ideal, nesses casos, é procurar um oftalmologista infantil para serem tomados os cuidados necessários”, ressaltaa especialista.

  • Pressão alta pode prejudicar a visão?  

VERDADE. O aumento da pressão arterial pode sim causar diversas alterações oculares importantes. A retinopatia hipertensiva é a principal doença ocular relacionada à esse sintoma, como pontua Dra. Naomi. “O aumento da pressão arterial leva a uma alteração nos vasos sanguíneos que irrigam essa estrutura. A longo prazo, após anos de hipertensão, esses vasos podem se tornar finos e rígidos, impedindo a oxigenação da retina, e em alguns casos, ocasionando até mesmo, hemorragia. O controle da pressão arterial é imprescindível para uma boa saúde ocular.”

  • Olhar para o sol pode cegar?

VERDADE. O mais perigoso nesse caso é a exposição aos raios ultravioletas, que podem causar uma espécie de queimadura no globo ocular. Esses raios, geralmente, são acentuados na areia ou na água e,por isso, é normal apresentar sintomas como lacrimação excessiva e incômodo nos olhos. Em situações esporádicas, os sintomas aparecem 36 horas após a exposição. De forma prolongada, a exposição ao sol pode causar lesão irreversível na retina, levando até mesmo, a perda da visão. Dra. Milena Naomi alerta para o risco semelhante em alguns feixes de luz. “O mesmo princípio vale para os feixes de laser artístico utilizados em shows e baladas, se forem mirados nos olhos por muito tempo”, finaliza.

Trabalhar em pé ou sentado: arquiteta oferece soluções saudáveis – com Lana Côrtes

Olá minhas queridas e queridos.! Tudo bem com vocês?

Eu trabalho sentada e confesso que busco alternativas para não ser sedentária ou mesmo não ter dores nas costas, por estes motivos li este material que achei bem interessantes para vocês e pra mim também, é claro. bjs Lana

Arquiteta especialista em neuroarquitetura e qualidade corporativa apresenta sugestões, como tapete antifadiga, para criar ambientes que ofereçam bem-estar aos colaboradores

Priscilla Bencke

O corpo do ser humano foi feito para estar em movimento. Desde os nossos antepassados e a partir do desenvolvimento humano, o formato do nosso corpo foi feito para estar em movimento. Exercer uma atividade laboral em que o colaborador permanece muito tempo numa mesma posição pode ser extremamente prejudicial à saúde. Por isso, ambientes corporativos que permitem uma certa movimentação já são quase obrigatórios nos projetos solicitados pelas empresas para os arquitetos. É o que afirma a arquiteta especialista em no conceito de neuroarquitetura e qualidade corporativa, Priscilla Bencke (www.qualidadecorporativa.com.br). Para a profissional, devemos ter claro que quanto mais em movimento a pessoa estiver, mais saudável ela será.

Novas tecnologias podem comprometer a saúde

Com o avanço da tecnologia, as atividades deixaram os colaboradores mais tempo sentados ou em pé. Esse é o primeiro aspecto. O que a arquitetura pode sugerir para ambos os casos é que os ambientes de trabalho estimulem as pessoas a se movimentarem ao longo do dia. “Elas devem assumir e estarem em diferentes posições durante o período de atividade profissional”, destaca a arquiteta.

Priscilla Bencke, que é especialista no conceito de neuroarquitetura e qualidade corporativa, é importante que as pessoas fiquem hora em pé e hora sentadas, seja apoiada em uma banqueta ou semi de pé (nem sentada e nem totalmente em pé). “Oferecer ambientes que tenham múltiplas áreas com diferentes possibilidades dos colaboradores estarem acomodados é uma primeira opção”, observa a arquiteta.

A escolha da cadeira certa

Um dos maiores problemas enfrentados, por exemplo, para quem trabalha muito tempo sentado é a sobrecarga que a postura recebe. “O que a gente fala para aquelas pessoas que ficam muito tempo sentadas é que devem ter muito cuidado, principalmente em relação à postura ao sentar-se”, questiona Priscilla. Portanto, é muito difícil a pessoa estar sentar-se adequadamente se a cadeira não oferece esses ajustes necessários.

Para auxiliar na escolha da melhor cadeira, Priscilla Bencke apresenta os três pontos principais que toda cadeira deveria oferecer para uma postura ideal do usuário:

1 – Elevação de altura do assento. Que possa atender pessoas que têm estaturas e proporções de corpo diferentes. Regular a altura é fundamental para diferentes típicos físicos;

2 – Apoio de braços: para quem trabalha principalmente no computador ou com atividade em cima de uma mesa, precisa estar com o braço apoiado na cadeira e não na mesa. Esse apoio também precisa ser regulável para atender os diferentes perfis físicos das pessoas;

3 – Apoio lombar: isso também é fundamental e primordial, ou seja, as cadeiras precisam oferecer o apoio lombar, porque quando sentamos na cadeira, devemos  estar bem para trás e sentir que a lombar está apoiada.

Escolhida a cadeira, ela precisa ser ajustada em relação à mesa. Por exemplo, na hora em que vai ajustar (apoiar os braços no apoio de braços) os braços devem estar com os cotovelos dobrados em aproximadamente 90 graus. “Varia de pessoa para pessoa, mas essa recomendação é aproximada, já que nem tudo é muito certinho, nem todos conseguem medir esses 90 graus e nem todos têm a mesma estatura ou tamanho de corpo”, ressalta a especialista em neuroarquitetura.

Apoio de braços

Priscilla Bencke recomenda que o apoio de braços deve estar na altura da mesa. Hoje em dia, de acordo com a arquiteta, as mesas são muito altas e fica muito difícil o apoio de braço da cadeira acompanhar a altura delas. Mas é importante frisar que ao descansar os braços no apoio, ele deve ficar numa posição de 90 graus. Para obter essa altura, muitas pessoas usam o apoio de pé. Ela lembra ainda que os joelhos também devem estar dobrados em 90 graus. “São dimensões aproximadas. Se a mesa é muito alta, a gente sobe a cadeira e usa o apoio de pés para ajustar”, complementa.

Colaboradores devem se movimentar a cada 60 minutos

Feito isso, outra dica importante é que as pessoas se mexam de vez em quando, pois não é saudável permanecer o tempo todo numa mesma posição, o corpo deve se movimentar. “Estipule pausas. A cada uma hora faça um intervalo rápido de cinco minutos para pegar um copo de água, levantar-se para fazer uma ligação, andar pelo corredor, para não comprometer a produtividade”, recomenda Priscilla.

Incluir ginástica laboral é uma prática muito sugerida para que os colaboradores façam alongamentos e melhorem a postura, não ficando sempre na mesma posição. Consequentemente, contribui para a inserção e condicionamento físico mais saudável.

Checklist para oferecer qualidade de vida aos colaboradores:

1 – cuidados ao escolher a cadeira;

2 – cuidados no alinhamento e posicionamento da cadeira com a mesa;

3 – adotar hábitos para não ficar o dia inteiro sentado, fazendo pausas a cada 60 minutos.

Dicas para quem trabalha em pé

Para quem trabalha em pé, vale a mesma regra já que ficar na mesma postura não é saudável. Se você está em movimento e consegue fazer pausas, estando em outras posições, é sempre melhor.

Para os profissionais que atuam muitas horas em uma mesma posição em pé, as recomendações da arquiteta são:

1) Importante que a pessoa esteja com o peso distribuído, quanto mais conseguir distribuir o peso do corpo melhor. Evite também sobrecarregar uma perna, por exemplo.

2) Hoje em dia já existem equipamentos que auxiliam, como o tapete antifadiga, que diminui o impacto do calçado com o piso, além de banquetas que servem apenas como apoio para a pessoa que fica muito tempo em pé. Para essa situação, a ginástica laboral também ajuda a posição estática com algumas pausas para alongamento.

Alguns estudos mostram o quanto uma rotina e um estilo de vida saudável influenciam na nossa postura. Fazer exercícios físicos ajuda a desenvolver a musculatura para proteger mais a coluna, que é uma das principais regiões afetadas com uma má postura.

Também existem normas que devem ser cumpridas, explica Priscilla Bencke (www.qualidadecorporativa.com.br), como a NR 17. Esta norma é determinada pelo Ministério do Trabalho para questões de ergonomia, tanto para quem trabalha em pé ou sentado. A norma está diretamente relacionada com a saúde e segurança dos colaboradores e precisa ser seguida pelas empresas. Além disso, serve como referência para orientar profissionais especializados na hora de criar uma solução ideal de ambiente corporativo saudável.

Mais sobre Priscilla Bencke (www.qualidadecorporativa.com.br)

Especialista em projetos para Ambientes de Trabalho, consultora internacional de Qualidade em Escritórios, graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFRGS e pós-graduada em Arquitetura de Interiores pela UniRitter Laureate International Universities. É responsável pela Bencke Arquitetura e atua nas áreas de consultoria, projeto e execução, para empresas que buscam a produtividade através do bem estar e qualidade de vida aos colaboradores. Fundadora do conceito QUALIDADE CORPORATIVA: Smart Workplaces. É a organizadora da agenda de eventos em São Paulo e Porto Alegre sobre a arquitetura e neurociência.

Já esta no Ar – “TUDO É VIDHYA” – A Arte de se Relacionar, da autora Vanessa Paiva

A maioria das datas comemorativas lembram muito presentes, comidas, bebidas e na Páscoa, por exemplo, é comum ter este tipo de comportamento. Muito mais que uma simples troca de chocolates, além das guloseimas, lembrar do motivo real desta data é fundamental para o crescimento espiritual e até emocional.
O lançamento do E-book  gratuito – “TUDO É VIDHYA”, da advogada e psicoterapeuta, Dra. Vanessa Paiva, o primeiro de uma coleção e a razão da vida da autora, promete conquistar os leitores e dar um grande avanço em seus Projetos Sociais, que levam o mesmo nome.

capa do livro final
“TUDO É VIDHYA a é a essência do meu trabalho. Acredito que a primeira edição do meu livro deva ser gratuita por ser um presente do Instituto Paiva, através de minhas convicções e projetos. Falo bastante de Deus, por isso, não vejo nenhum sentido em cobrar. O conhecimento colocado é libertador, a base é a Bíblia e sua simbologia da Páscoa”. Comenta a autora, Vanessa Paiva.

TUDO É VIDHYA – E-BOOK gratuito com 30 páginas.
Para acessar – http://www.vanessapaiva.com.br
FACEBOOK

para baixar o e-book  clique no site http://www.vanessapaiva.com.br

 

Sobre o Instituto Paiva.

“Afetividade é o Foco”, conta com 20 anos de existência e é uma empresa consolidada e especializada em mulheres e famílias. Sua existência se deu através do trabalho da Dra. Vanessa Tadeu de Paiva, sua idealizadora, que desde 1994 passou a frequentar grupos de Al-Anon e movimento feminista, na época, vinculada à USP (universidade de São Paulo) com o intuito de aprender mais e ajudar mulheres e crianças vítimas de violência doméstica. Todo o trabalho é baseado em experiências com mulheres de variadas etnias, idades, condições sociais e financeiras, além, principalmente, da responsabilidade em aliar o estudo e cursos de especialização que permitem seriedade, responsabilidade porque mexemos com a mente humana, técnica e atualização com as descobertas científicas advindas de grupos de pesquisadores e cientistas do mundo todo, para as dores do espírito e da alma. Nesse período, trabalhos foram realizados em vários Estados brasileiros, incluindo participação ativa e efetiva para a criação e posteriormente implantação da famosa Lei Maria da Penha, trabalhando na formação e capacitação da rede de proteção a Violência Doméstica contra a Mulher.
Atualmente sua luta pessoal, contando com a força do Instituto, está na efetiva aplicabilidade dos direitos dessas mulheres e crianças, bem como no empoderamento das mesmas.

Ler e ler muito faz bem para todos. Não deixe de apreciar esta boa leitura. Beijos, Lana Côrtes.

Fez regimes e ainda não está como queria? Truques para parecer mais magra.

Olá amigas queridas, tudo bem? Como eu já tive mais “cheinha”, muito mais magra e agora no peso médio para o meu gosto, queria passar umas dicas para vocês. Mesmo que você goste de certos looks,  existe alguns que você que está acima do peso desejado, não pode usar. Hoje, vou dar umas dicas e observe como você pode ficar muito mais elegante, parecer mais magra e até mais sensual.

A Lana Com peruca

Por exemplo: Você tem seios fartos? Então por favor não use bola bobo.

Quem não quer parecer mais magra neste verão? Para alongar a silhueta, valorizar e ainda aparentar alguns quilos a menos, a personal stylist Juliana Parisi, da capital paulista, separou 3 artifícios simples para parecer com tudo em cima na estação mais quente do ano.

1-   Blusa por dentro

O truque de usar a blusa por dentro da calça ou pelo menos presa na parte da frente ajuda a destacar a cintura, alonga as pernas e valoriza a silhueta. “Quando usamos a blusa por fora, o resultado visualmente mais achatadado e o assim o tronco fica mais comprido e as pernas mais curtas, por isso a dica é bem simples, mas muito eficaz”, fala a blogueira que ainda alerta para o uso de blusas mais soltinhas, com um leve blusê, para não marcar as gordurinhas a mais.

2-   Sapatos de bico fino

Para fazer a perna parecer mais longa os bicos finos são uma boa saída. Mesmo com saltos baixos ou nenhum salto, no caso das sapatilhas, vale a pena investir no bico fino”, comenta a especialista.

3-   Decotes amplos

“Os decotes mais amplos valorizam a região do colo e ajudam a alongar a parte superior do corpo. O contrário pode fazer parecer ter mais seios e consequentemente ficar com a parte superior do corpo visualmente maior”, finaliza Juliana Parisi.

4 – Calça reta, flare ou pantalona

Infelizmente a maior parte das lojas oferecem muitas opções de calças skinny e poucas opções de calças reta, flare ou pantalona, mas vale a pena procurar e investir nestas opções já que disfarçam pernas grossas e quadril largos, alongam e equilibram a silhueta! “O resultado é uma mulher visualmente mais alta e magra e todas podem usar, inclusive as baixinhas. Invista no salto para potencializar o efeito”, fala a blogueira.

5– Casacos, blazers e jaquetas curtas

Os modelos mais curtos de casacos, blazers e jaquetas criam uma linha na cintura valorizando a região, deixam as pernas em destaque e com a silhueta mais longilínea. “Já os casacos e blazer mais longos achatam a silhueta, escondendo boa parte das pernas”, alerta a especialista.

Vai casar ou morar junto? E-books grátis da Saint-Gobain ajudam casais a fazer reforma

OLÁ GENTE AMIGA, TUDO BEM COM VOCÊS?

ESTA EU ESPERAVA MESMO GENTE! Espero que vocês gostem assim como eu adorei. beijos, Lana Côrtes

reforma

Em campanha especial para casais, Saint-Gobain lança passo a passo para evitar estresse e economizar na obra da casa nova

 O início da vida a dois costuma ser um momento de grandes emoções, que mistura felicidade e ansiedade. A decisão de morar juntos e o projeto do novo lar vêm, muitas vezes, acompanhados dos preparativos da festa ou cerimônia de casamento. É preciso ter muita organização para conciliar tudo ao mesmo tempo.

Para ajudar os apaixonados a não “casar” com a obra da casa nova, a Saint-Gobain, referência brasileira e mundial em construção sustentável, lança a série de e-books grátis “Reforma Sem Prejuízo”, com guias ilustrados e práticos para que os casais planejem uma obra bem sucedida, achem especialistas via plataforma Encontre o Profissional e evitem custos desnecessários, poupando tempo e dinheiro para começar a vida a dois.

Em campanha especial para casais, a Saint-Gobain também irá apresentar, em transmissão via Facebook Live, a trajetória de Fernanda Fragiosa Del Rio, 22, administradora, e de Arthur Correia da Rocha, 26, publicitário, que estão noivos e passando pelo desafio de montar a casa nova. O público poderá trocar experiências com o casal ao vivo e receber dicas da arquiteta Isabelle Lattaro. Fique conectado no Facebook da Saint-Gobain na próxima sexta-feira, dia 6 de abril.

 

Para seguir o passo a passo da obra, baixe gratuitamente os três e-books da série “Reforma Sem Prejuízo” da Saint-Gobain:

Passo a passo para controlar e planejar sua obra

Passo a passo para contratar profissionais e administrar os gastos

Passo a passo para acertar na compra dos materiais de construção

Sobre a Saint-Gobain

A Saint-Gobain projeta, fabrica e distribui materiais e soluções pensadas para o bem-estar de cada um de nós e o futuro de todos. Podem ser encontrados em todos os lugares em que vivemos e no nosso dia a dia: em edifícios, transportes, infraestruturas e em muitas aplicações industriais. Eles proporcionam conforto, performance e segurança, ao mesmo tempo em que respondem aos desafios da construção sustentável, eficiência do uso de recursos e mudança climática.

€39.1 bilhões de vendas em 2016
Opera em 68 países
Mais de 170.000 funcionários

www.saint-gobain.com
@saintgobain

 Sobre a Saint-Gobain no Brasil

A Saint-Gobain atua há 80 anos no Brasil com um portfólio diversificado de marcas como Brasilit, Isover, Norton, PAM, Placo, Sekurit, Telhanorte e Weber quartzolit. O Grupo possui cerca de 17 mil funcionários diretos e indiretos no País, vendas anuais de R$ 8,4 bilhões em 2016 assim como 57 fábricas, 43 centros de distribuição, 10 mineradoras, 70 lojas, 23 escritórios comerciais e 1 centro de pesquisa e desenvolvimento.

SALTO ALTO NA MEDIDA CERTA, SEM PREJUDICAR A SUA COLUNA com Lana Côrtes

Você sabe qual o sapato ideal para prevenir problemas lombares?

tipos de saltos

Associado aos maus hábitos do cotidiano, ortopedista e coordenador do Grupo de Coluna do Hospital Premium – BP Mirante orienta sobre qual o sapato ideal para prevenir problemas lombares, como má postura, sedentarismo, o uso constante do salto alto pode ter consequência séria para a saúde: dor nas costas. Muitas vezes aquela dor localizada, depois de horas com esse tipo de sapato é o primeiro aviso de que algo não vai bem. “É muito comum recebermos mulheres com dores nas costas, após uma festa na qual elas usaram saltos altos”, afirma o ortopedista Pil Sun Choi, coordenador do Grupo de Cirurgia de Coluna Minimamente Invasiva do Hospital BP Mirante.
O médico explica que a dor ocorre por que esse tipo de sapato desloca o centro de gravidade do corpo para frente, causando um desequilíbrio. Essa desproporção sobrecarrega as estruturas das vértebras causando uma curvatura excessiva da coluna para dentro, o que os médicos chamam de lordose lombar. Por isso, vale prestar atenção nas dicas abaixo.
Nem muito alto, nem muito baixo, saiba qual o melhor tipo de sapato para usar na ocasião.

O TAMANHO DO SALTO
O ortopedista explica que o salto ideal para o dia a dia, que prejudica menos à coluna, deve ter entre três e cinco centímetros. “Saltos maiores devem ser reservados aos eventos e, mesmo assim, a mulher deve estar preparada para ter dores nas costas e nos pés”, diz.

OS TIPOS DE SALTOS – VANTAGENS E DESVANTAGENS

SALTO AGULHA
Esse tipo de calçado é menos confortável, porém, podem ser usados por mulheres que já estão acostumadas e não têm problemas em se equilibrar nesse tipo de salto.

SALTO BICO FINO
Esse salto favorece a formação de joanete, espécie de calo que se forma no dedão do pé. No entanto, pode ser usado, com moderação.

SALTO QUADRADO
Por ser mais confortável e dar estabilidade, esse tipo de salto é menos prejudicial do que os citados acima.

ANABELA
Caso o calçado tenha 10 centímetros de salto, ele pode provocar dor na planta do pé. Isso acontecer por que, nesse caso, 90% do peso do corpo são transferidos para a parte anterior do pé, causando um desequilíbrio.

SAPATOS SEM SALTO
Não há problema em usar, de vez em quando, mas esse tipo de calçado também pode fazer mal. A falta de apoio pode gerar lesões por sobrecarregar outras partes do corpo.

PLATAFORMA
Esse é o salto alto mais recomendado pelos médicos, justamente pela estabilidade que ele dá a coluna. No entanto, vale ressaltar: a diferença ente a parte anterior e posterior do calçado não deve ultrapassar quatro centímetros.

VAI FICAR MUITO TEMPO EM PÉ?
O médico recomenda, nessa situação, alternar o apoio dos pés, isto é, manter um pé esticado e outro ligeiramente dobrado, ora no pé direito e ora no esquerdo. Esse hábito irá retificar a lordose lombar e diminuir a sobrecarga nas estruturas da coluna.

SOBRE O GRUPO DE CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA DA COLUNA DO HOSPITAL BP MIRANTE (GCMIC)
Liderado pelo médico ortopedista Dr. Pil Sun Choi, o Grupo é referência nacional e internacional em cirurgia e técnicas minimamente invasivas e promove pesquisa e educação médica continuada de especialistas em coluna vertebral. O Grupo atua no hospital Premium da Beneficência Portuguesa de São Paulo, o BP Mirante, e é composto pelos médicos Pil Sun Choi, Wilson Dratcu, Marcelo Perocco, David Del Curto, Pedro Pierro.

PRÓXIMO EVENTO CIENTÍFICO 12 e 13 de abril de 2018
VI COMINCO e XV SIMINCO – Congresso e Simpósio Internacional de Cirurgia e Técnicas Minimamente Invasivas da Coluna Vertebral (evento científico com cirurgia ao vivo e palestras – 12 e 13 de Abril de 2018, no Hospital BP Mirante, São Paulo, Brasil)
O COMINCO, em sua VI edição, traz a atualização de temas importantes da especialidade, com discussão de casos, problemas, novidades e soluções práticas, juntamente com os mais notórios profissionais da área.
O SIMINCO, em sua XV edição, neste ano, além das cirurgias ao vivo, o Simpósio terá um formato dinâmico e mais interativo, ocasião em que a audiência poderá interagir com os apresentadores e debatedores no anfiteatro do próprio hospital, local do evento.
O evento apresentará técnicas novas minimamente invasivas, com foco em doenças degenerativas de coluna, além de debates e discussões de caso. Os procedimentos cirúrgicos serão ao vivo e contarão com a expertise dos mais renomados especialistas da área.como má postura, sedentarismo, o uso constante do salto alto pode ter consequência séria para a saúde: dor nas costas. Muitas vezes aquela dor localizada, depois de horas com esse tipo de sapato é o primeiro aviso de que algo não vai bem. “É muito comum recebermos mulheres com dores nas costas, após uma festa na qual elas usaram saltos altos”, afirma o ortopedista Pil Sun Choi, coordenador do Grupo de Cirurgia de Coluna Minimamente Invasiva do Hospital BP Mirante.
O médico explica que a dor ocorre por que esse tipo de sapato desloca o centro de gravidade do corpo para frente, causando um desequilíbrio. Essa desproporção sobrecarrega as estruturas das vértebras causando uma curvatura excessiva da coluna para dentro, o que os médicos chamam de lordose lombar. Por isso, vale prestar atenção nas dicas abaixo.
Nem muito alto, nem muito baixo, saiba qual o melhor tipo de sapato para usar na ocasião.

O TAMANHO DO SALTO
O ortopedista explica que o salto ideal para o dia a dia, que prejudica menos à coluna, deve ter entre três e cinco centímetros. “Saltos maiores devem ser reservados aos eventos e, mesmo assim, a mulher deve estar preparada para ter dores nas costas e nos pés”, diz.

OS TIPOS DE SALTOS – VANTAGENS E DESVANTAGENS

SALTO AGULHA
Esse tipo de calçado é menos confortável, porém, podem ser usados por mulheres que já estão acostumadas e não têm problemas em se equilibrar nesse tipo de salto.

SALTO BICO FINO
Esse salto favorece a formação de joanete, espécie de calo que se forma no dedão do pé. No entanto, pode ser usado, com moderação.

SALTO QUADRADO
Por ser mais confortável e dar estabilidade, esse tipo de salto é menos prejudicial do que os citados acima.

ANABELA
Caso o calçado tenha 10 centímetros de salto, ele pode provocar dor na planta do pé. Isso acontecer por que, nesse caso, 90% do peso do corpo são transferidos para a parte anterior do pé, causando um desequilíbrio.

SAPATOS SEM SALTO
Não há problema em usar, de vez em quando, mas esse tipo de calçado também pode fazer mal. A falta de apoio pode gerar lesões por sobrecarregar outras partes do corpo.

PLATAFORMA
Esse é o salto alto mais recomendado pelos médicos, justamente pela estabilidade que ele dá a coluna. No entanto, vale ressaltar: a diferença ente a parte anterior e posterior do calçado não deve ultrapassar quatro centímetros.

VAI FICAR MUITO TEMPO EM PÉ?
O médico recomenda, nessa situação, alternar o apoio dos pés, isto é, manter um pé esticado e outro ligeiramente dobrado, ora no pé direito e ora no esquerdo. Esse hábito irá retificar a lordose lombar e diminuir a sobrecarga nas estruturas da coluna.

SOBRE O GRUPO DE CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA DA COLUNA DO HOSPITAL BP MIRANTE (GCMIC)
Liderado pelo médico ortopedista Dr. Pil Sun Choi, o Grupo é referência nacional e internacional em cirurgia e técnicas minimamente invasivas e promove pesquisa e educação médica continuada de especialistas em coluna vertebral. O Grupo atua no hospital Premium da Beneficência Portuguesa de São Paulo, o BP Mirante, e é composto pelos médicos Pil Sun Choi, Wilson Dratcu, Marcelo Perocco, David Del Curto, Pedro Pierro.

PRÓXIMO EVENTO CIENTÍFICO 12 e 13 de abril de 2018
VI COMINCO e XV SIMINCO – Congresso e Simpósio Internacional de Cirurgia e Técnicas Minimamente Invasivas da Coluna Vertebral (evento científico com cirurgia ao vivo e palestras – 12 e 13 de Abril de 2018, no Hospital BP Mirante, São Paulo, Brasil)
O COMINCO, em sua VI edição, traz a atualização de temas importantes da especialidade, com discussão de casos, problemas, novidades e soluções práticas, juntamente com os mais notórios profissionais da área.
O SIMINCO, em sua XV edição, neste ano, além das cirurgias ao vivo, o Simpósio terá um formato dinâmico e mais interativo, ocasião em que a audiência poderá interagir com os apresentadores e debatedores no anfiteatro do próprio hospital, local do evento.
O evento apresentará técnicas novas minimamente invasivas, com foco em doenças degenerativas de coluna, além de debates e discussões de caso. Os procedimentos cirúrgicos serão ao vivo e contarão com a expertise dos mais renomados especialistas da área.