Trabalhar em pé ou sentado: arquiteta oferece soluções saudáveis – com Lana Côrtes

Olá minhas queridas e queridos.! Tudo bem com vocês?

Eu trabalho sentada e confesso que busco alternativas para não ser sedentária ou mesmo não ter dores nas costas, por estes motivos li este material que achei bem interessantes para vocês e pra mim também, é claro. bjs Lana

Arquiteta especialista em neuroarquitetura e qualidade corporativa apresenta sugestões, como tapete antifadiga, para criar ambientes que ofereçam bem-estar aos colaboradores

Priscilla Bencke

O corpo do ser humano foi feito para estar em movimento. Desde os nossos antepassados e a partir do desenvolvimento humano, o formato do nosso corpo foi feito para estar em movimento. Exercer uma atividade laboral em que o colaborador permanece muito tempo numa mesma posição pode ser extremamente prejudicial à saúde. Por isso, ambientes corporativos que permitem uma certa movimentação já são quase obrigatórios nos projetos solicitados pelas empresas para os arquitetos. É o que afirma a arquiteta especialista em no conceito de neuroarquitetura e qualidade corporativa, Priscilla Bencke (www.qualidadecorporativa.com.br). Para a profissional, devemos ter claro que quanto mais em movimento a pessoa estiver, mais saudável ela será.

Novas tecnologias podem comprometer a saúde

Com o avanço da tecnologia, as atividades deixaram os colaboradores mais tempo sentados ou em pé. Esse é o primeiro aspecto. O que a arquitetura pode sugerir para ambos os casos é que os ambientes de trabalho estimulem as pessoas a se movimentarem ao longo do dia. “Elas devem assumir e estarem em diferentes posições durante o período de atividade profissional”, destaca a arquiteta.

Priscilla Bencke, que é especialista no conceito de neuroarquitetura e qualidade corporativa, é importante que as pessoas fiquem hora em pé e hora sentadas, seja apoiada em uma banqueta ou semi de pé (nem sentada e nem totalmente em pé). “Oferecer ambientes que tenham múltiplas áreas com diferentes possibilidades dos colaboradores estarem acomodados é uma primeira opção”, observa a arquiteta.

A escolha da cadeira certa

Um dos maiores problemas enfrentados, por exemplo, para quem trabalha muito tempo sentado é a sobrecarga que a postura recebe. “O que a gente fala para aquelas pessoas que ficam muito tempo sentadas é que devem ter muito cuidado, principalmente em relação à postura ao sentar-se”, questiona Priscilla. Portanto, é muito difícil a pessoa estar sentar-se adequadamente se a cadeira não oferece esses ajustes necessários.

Para auxiliar na escolha da melhor cadeira, Priscilla Bencke apresenta os três pontos principais que toda cadeira deveria oferecer para uma postura ideal do usuário:

1 – Elevação de altura do assento. Que possa atender pessoas que têm estaturas e proporções de corpo diferentes. Regular a altura é fundamental para diferentes típicos físicos;

2 – Apoio de braços: para quem trabalha principalmente no computador ou com atividade em cima de uma mesa, precisa estar com o braço apoiado na cadeira e não na mesa. Esse apoio também precisa ser regulável para atender os diferentes perfis físicos das pessoas;

3 – Apoio lombar: isso também é fundamental e primordial, ou seja, as cadeiras precisam oferecer o apoio lombar, porque quando sentamos na cadeira, devemos  estar bem para trás e sentir que a lombar está apoiada.

Escolhida a cadeira, ela precisa ser ajustada em relação à mesa. Por exemplo, na hora em que vai ajustar (apoiar os braços no apoio de braços) os braços devem estar com os cotovelos dobrados em aproximadamente 90 graus. “Varia de pessoa para pessoa, mas essa recomendação é aproximada, já que nem tudo é muito certinho, nem todos conseguem medir esses 90 graus e nem todos têm a mesma estatura ou tamanho de corpo”, ressalta a especialista em neuroarquitetura.

Apoio de braços

Priscilla Bencke recomenda que o apoio de braços deve estar na altura da mesa. Hoje em dia, de acordo com a arquiteta, as mesas são muito altas e fica muito difícil o apoio de braço da cadeira acompanhar a altura delas. Mas é importante frisar que ao descansar os braços no apoio, ele deve ficar numa posição de 90 graus. Para obter essa altura, muitas pessoas usam o apoio de pé. Ela lembra ainda que os joelhos também devem estar dobrados em 90 graus. “São dimensões aproximadas. Se a mesa é muito alta, a gente sobe a cadeira e usa o apoio de pés para ajustar”, complementa.

Colaboradores devem se movimentar a cada 60 minutos

Feito isso, outra dica importante é que as pessoas se mexam de vez em quando, pois não é saudável permanecer o tempo todo numa mesma posição, o corpo deve se movimentar. “Estipule pausas. A cada uma hora faça um intervalo rápido de cinco minutos para pegar um copo de água, levantar-se para fazer uma ligação, andar pelo corredor, para não comprometer a produtividade”, recomenda Priscilla.

Incluir ginástica laboral é uma prática muito sugerida para que os colaboradores façam alongamentos e melhorem a postura, não ficando sempre na mesma posição. Consequentemente, contribui para a inserção e condicionamento físico mais saudável.

Checklist para oferecer qualidade de vida aos colaboradores:

1 – cuidados ao escolher a cadeira;

2 – cuidados no alinhamento e posicionamento da cadeira com a mesa;

3 – adotar hábitos para não ficar o dia inteiro sentado, fazendo pausas a cada 60 minutos.

Dicas para quem trabalha em pé

Para quem trabalha em pé, vale a mesma regra já que ficar na mesma postura não é saudável. Se você está em movimento e consegue fazer pausas, estando em outras posições, é sempre melhor.

Para os profissionais que atuam muitas horas em uma mesma posição em pé, as recomendações da arquiteta são:

1) Importante que a pessoa esteja com o peso distribuído, quanto mais conseguir distribuir o peso do corpo melhor. Evite também sobrecarregar uma perna, por exemplo.

2) Hoje em dia já existem equipamentos que auxiliam, como o tapete antifadiga, que diminui o impacto do calçado com o piso, além de banquetas que servem apenas como apoio para a pessoa que fica muito tempo em pé. Para essa situação, a ginástica laboral também ajuda a posição estática com algumas pausas para alongamento.

Alguns estudos mostram o quanto uma rotina e um estilo de vida saudável influenciam na nossa postura. Fazer exercícios físicos ajuda a desenvolver a musculatura para proteger mais a coluna, que é uma das principais regiões afetadas com uma má postura.

Também existem normas que devem ser cumpridas, explica Priscilla Bencke (www.qualidadecorporativa.com.br), como a NR 17. Esta norma é determinada pelo Ministério do Trabalho para questões de ergonomia, tanto para quem trabalha em pé ou sentado. A norma está diretamente relacionada com a saúde e segurança dos colaboradores e precisa ser seguida pelas empresas. Além disso, serve como referência para orientar profissionais especializados na hora de criar uma solução ideal de ambiente corporativo saudável.

Mais sobre Priscilla Bencke (www.qualidadecorporativa.com.br)

Especialista em projetos para Ambientes de Trabalho, consultora internacional de Qualidade em Escritórios, graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFRGS e pós-graduada em Arquitetura de Interiores pela UniRitter Laureate International Universities. É responsável pela Bencke Arquitetura e atua nas áreas de consultoria, projeto e execução, para empresas que buscam a produtividade através do bem estar e qualidade de vida aos colaboradores. Fundadora do conceito QUALIDADE CORPORATIVA: Smart Workplaces. É a organizadora da agenda de eventos em São Paulo e Porto Alegre sobre a arquitetura e neurociência.

Anúncios

Conheça os três hábitos essenciais para uma vida saudável – com Lana Côrtes

Olá meus queridos!
Hoje vamos aprender um pouco mais sobre alguns hábitos simples que podem mudar nossa expectativa de vida. Andei conversando muito com algumas pessoas,  entre 25 e 40 anos, sobre alimentação, alongamentos, qualquer exercício físico e a reposta foi um pouco assustadora. Por exemplo: a quantidade de sal adicional que eles colocam em suas refeições, açúcar em excesso e não dar muita importância no que eles colocam em suas jovens bocas. Uma das definições foi surpreendente. – Pra que cortar certos alimentos e condimentos se quando eu ficar mais velho terei que cortar mesmo? Eu respondi: – Para que você não gaste tanto dinheiro com remédios, além de ter que cortar o que já está acostumado. Afinal, se você não conhece ou vai tirando certos erros de sua alimentação não irá estranhar tanto. Concordam? Além da grande economia que irá fazer, com certeza. beijos da Lana.

Sua expectativa de vida cresce com hábitos muito simples e surpreendentes

É bom lembrar que 70% do quanto e de como vivemos deve-se ao estilo de vida que adotamos, e apenas 30% correspondem aos fatores genéticos. Incluindo hábitos saudáveis no seu dia-a-dia você mantém sua saúde física e mental, melhora a autoestima, ameniza os sintomas da depressão e da ansiedade, reduz o risco de doenças cardíacas e fortalece o organismo.

Segundo Olivia Andríolo, especialista em Pilates, treino funcional e idealizadora do método Programa de Emagrecimento Corpo D21, “o nosso corpo reage de acordo com a forma como nos alimentamos e cuidamos dele. Há muitos hábitos que contribuem para uma vida saudável”, explica. Para isso, saiba priorizar as coisas certas e organizar o seu tempo, pois é uma forma de fugir das tendências, ou seja, ter uma vida acelerada e negativa.

O cuidado com o que vai ao seu prato é um dos pontos centrais para alcançar uma maior qualidade de vida. “Verduras, legumes, grãos, vitaminas, proteínas, tudo isso é essencial para o nosso corpo. Só que, como tudo nessa vida, se consumidos em excesso fazem mal para o funcionamento do organismo. Uma alimentação saudável é aquela em que você consegue comer tudo o que precisa de forma harmoniosa e favorável para o seu corpo. Alimentos gordurosos, gasosos, com conservantes, não entram nessa lista e devem ser evitados sempre que puder”, destaca Olivia.

Repor as energias do dia com uma boa noite de sono é mais do que importante, é essencial. “crie o hábito de dormir, em média, 8 horas por dia. É importante que você estabeleça um horário para dormir e para acordar, assim o seu corpo se acostuma e descansa de verdade. Aquele costume de dormir mal durante a semana e dormir tudo o que puder no sábado e domingo não é a melhor opção”, ressalta a especialista.

Andríolo conclui que praticar atividades físicas é um hábito que pode transformar sua vida. Elas não contribuem somente para a aparência do corpo, mas torna saudável todo o seu funcionamento, pois com elas você se livra de doenças e tem muito mais energia para o dia-a-dia. “Além desses fatores, os exercícios físicos fazem com que o corpo libere substâncias que estimulam emoções como o bem-estar, prazer e autoestima, o que nos deixa muito mais dispostas e de bem com a vida”, finaliza.

Se estiver decidida a tornar esses hábitos realidade, conheça a Corpo D21 e saiba mais sobre como conquistar uma vida saudável.

Serviço: Olivia Andriolo

Corpo D21 Power

olivia.andriolo@gmail.com

http://www.corpod21power.com.br    

Na saúde e na alegria: casais que treinam juntos são mais felizes – com Lana Côrtes

Olá amigos, tudo bem? Experiência própria e realizada, compartilho com vocês está matéria que vai valer a pena tentar seguir.  Muitos casais ficam em casa, vendo TV e nem ao menos se tocam. Quando um está muito carente, pede ao parceiro um carinho. Sexo então, ouço muitas reclamações que é por assim..: Tenho que comparecer – Necessidade fisiológica etc.. Ai depois reclamam que o parceiro(a) não quer mais nada.. Não é nada disso. Temos que realmente manter uma relação saudável e estimular nossos parceiros.  Não podemos viver o ontem e muito menos o amanhã. Viva a vida agora. Não espere por nada e ninguém para ser feliz. OK? De acordo com estudo, os benefícios das atividades compartilhadas entre casais fortalecem o vínculo afetivo e o desenvolvimento físico

Recentemente, uma pesquisa realizada pelo Instituto Ilumeo, de São Paulo, comprovou que casais que cuidam juntos da saúde e do bem estar são mais felizes. Os benefícios são inúmeros e vão desde o bom desempenho físico, motivado pelo parceiro, até a cumplicidade que ajuda a manter o relacionamento saudável.

O preparador físico da Academia Bodytech Lago Sul, Talles Sucesso, garante que os resultados são evidentes. “A sociabilização e a parceria proporciona o aumento do desempenho no treinamento. E o aumento, principalmente, da fidedignidade, a continuidade na realização do plano de exercícios é fundamental para elevar o resultado”.

Para a psicóloga Gláucia Flores, da Aliança Instituto de Oncologia, compartilhar atividades com o parceiro possibilita fortalecer a relação e o vínculo afetivo. “Escolher dividir com aquele que gostamos, momentos agradáveis, hábitos e gostos, é uma das coisas que favorece uma maior união do casal e inova a relação, oferecendo uma pitada de diversão”.

 
É importante que as relações sejam alimentadas diariamente e introduzir cuidados mútuos pode ser uma excelente forma de quebrar a rotina e manter a relação saudável.
Agora, meus queridos amigos, convidem seus parceiros para dançar, andar de mãos dadas na praça. Não se esqueçam do beijo na boca. Tente parar uns 30 segundos e dê um beijão em quem está ao teu lado com as juras de amor que um dia você fez.. Vê se cumpra e pare ser ser uma pessoa triste, “reclamona”, velha de cabeça e se fazer de vítima. tá? beijão da Lana Côrtes

Conheça os benefícios do alongamento para o corpo – Lana Côrtes com as dicas de Thiago Fernandes

Thiago Fernandes, preparador físico, explica a importância de alongar os músculos, em qualquer idade

Alongar não é importante só para quem pratica atividades físicas. Pode e deve ser feito ao longo do dia ou com frequência, de acordo com Thiago Fernandes, preparador físico e diretor da Limiar2 (www.limiar2.com.br).

“Com o alongamento, a pessoa ativa as células corporais, que ficam inativas quando ficamos muitas horas parados. Além disso, a atividade melhora a circulação sanguínea,  reorganiza as fibras musculares, aumenta a oxigenação dos músculos, reduz tensão e chances de estiramentos, além de desconforto muscular”, explica.

Thiago ressalta ainda que a principal função do alongamento é aumentar a amplitude dos movimentos corporais. Portanto, ao acordar, no chuveiro, no trânsito, no trabalho, após uma longa viagem ou até mesmo sentado em frente a TV ou computador, deve-se levantar e realizar movimentos que proporcione o relaxamento dos músculos. “O alongamento é válido para todos, mas principalmente para quem não faz exercícios físicos com frequência”, destaca.

Vamos as Dicas?

Que tal seguir algumas dicas de alongamento que podem ser realizadas em casa ou no trabalho? Assim será possível manter o corpo relaxado e redobrar a disposição. “Experimente e você poderá entender a importância do alongamento fora da rotina de exercícios”, diz Thiago.

  • Segure os cotovelos por 20 a 30 segundos. Faça sempre nos dois lados e na mesma contagem de tempo. Para todos os movimentos repita esse processo 2 a 3x. Conforme vai ficando fácil, aumente o tempo para 30 a 40s;

  • Estenda o braço e segure na linha do cotovelo . Não flexione o cotovelo para não inibir o mobimento. Segure 20 a 30s. Repita 2 a 3x;

?????????????????????????

  • Estenda o braço e segure na palma da mão incluindo todos os dedos. Durante os exercícios respire profundamente e solte todo o ar dos pulmões. Aproveite o alongamento para relaxar a mente das preocupações diárias. Esse é o seu momento e curta ao máximo. Segure 20 a 30s. Repita 2 a 3x;

?????????????????????????

  • Segure o cotovelo e simultaneamente direcione o tronco para o mesmo lado. Mantenha o abdômen contraído e sempre respirando profundamente. Segure 20 a 30s. Repita 2 a 3x;

?????????????????????????

  • Segure levemente a cabeça, mantendo os ombros o mais alinhado possível. Deixe apenas o peso da mão exercer a força necessária. Todo alongamento deve ser suave e respeitando os limites de desconforto. Não force nos movimentos. Isso só machucará e a dor inibe a função de alongar;
  • ?????????????????????????

    ?????????????????????????

  • Segure um dos pés. Pode fazer apoiando na parede.  Mantenha nessa posição por 20 a 30s;

?????????????????????????

  • Esse é simples, é como se fosse pegar alguma coisa no chão, sem flexionar os joelhos. Mantenha a respiração leve. Evite bloquear a respiração para não elevar a pressão arterial.
  • ?????????????????????????

    Pronto, agora você se sentirá muito melhor, faça sempre antes e depois dos exercícios. Eu já faço e ajuda muito. beijão da Lana Côrtes