4 segredos para a saúde e beleza da pele do pescoço, evitando ruga, flacidez e “papada” com Lana Côrtes

 

Holding Comunicações

Pele fina e com poucas glândulas sebáceas, o pescoço requer cuidados e não pode ser esquecido. Dermatologista e farmacêutica revelam quatro segredos de uma pele jovial no pescoço

O fotoenvelhecimento precoce da pele atinge muito mais do que a face: pescoço e colo podem ser incluídos. De forma geral, todos os agentes que colaboram para o surgimento das rugas no rosto também agem no pescoço, mas essa é uma área que é esquecida na hora de passar o creme hidratante e fotoprotetor. “O pescoço é uma região de pele muito fina, praticamente sem glândulas sebáceas, com espessura próxima a 2mm, pouco hidratada e que tem grande movimentação natural pela própria dinâmica da região. A área, quase sempre esquecida mesmo para quem tem o hábito de cuidar do rosto, nem sempre é tratada como deveria”, ressalta a dermatologista Dra. Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. “Além da própria característica local, há agressões ambientais como água quente, frio, poluição, ar condicionado, sol, vento e o uso de perfumes contendo álcool, e bijuterias que podem causar hipersensibilidade local e alergias, além de tudo isso provocar ainda mais ressecamento, vermelhidão e mudança da textura da região”, completa. “Esse processo pode deixar a pele mais suscetível ao aparecimento de rugas, manchas e flacidez, fatores relacionados ao envelhecimento precoce”, explica Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos.

A dermatologista ainda analisa que a genética do tecido cutâneo local do pescoço, assim como a anatomia da região, pode revelar uma tendência a acumular gordura no subcutâneo submandibular (abaixo do queixo). “Isso provoca o famoso queixo duplo e a papada ou ainda flacidez da musculatura”, explica. Por conta de todos os outros fatores e pela ação da gravidade, o pescoço pode, de acordo com a dermatologista, adquirir o aspecto de duas bandas mais flácidas na região central — o que provoca o efeito de “pescoço de peru”.

De acordo com a dermatologista, todos esses problemas podem ser evitados com cuidados básicos diários, principalmente a partir dos trinta anos, quando os primeiros sinais aparecem. As duas especialistas indicam alguns segredos para manter sempre linda a pele dessa região:

*Seguir a ritual de beleza à risca — Os mesmos cuidados da rotina diária com o rosto devem ser tomados também no pescoço. “Limpeza, tonificação e hidratação são essenciais para manter a pele bem cuidada”, explica Mika Yamaguchi. “Desta forma, o mesmo protetor solar e hidratante utilizados na face devem ser aplicados no pescoço, o que ajudará a evitar o surgimento precoce dos sinais do envelhecimento e manter uma pele exuberante e harmônica”, ressalta a dermatologista Dra. Claudia Marçal. Quanto à hidratação, fundamental na região, a farmacêutica destaca alguns ingredientes-chave: “Sculptessence protege contra a degradação do colágeno, combate a flacidez cutânea e remodela o oval do rosto. Tem ação lifting e pode ser usado no pescoço para rearquitetura”, explica Mika. Em casos de preenchimento, Adipofill pode ser utilizado; e para alta hidratação: Hyaxel, Progenitrix e DSH CN devem estar na fórmula.

*Cápsulas para hidratação e lifting — O tratamento da região também já tem aliado em cápsulas, com substâncias que atuam de dentro para fora promovendo lifting, hidratando e ajudando a reorganizar as fibras de colágeno, segundo Mika. “A fórmula pode conter In.Cell, ingrediente funcional rico em aminoácidos essenciais, importantes para a síntese de colágeno, elastina e GAGs; Em associação, pode conter o silício biodisponível Exsynutriment, que atua contra flacidez, reestruturando as fibras de colágeno e elastina. Os antioxidantes Bio-Arct (que age na energia celular) e Glycoxil (evita os malefícios do açúcar na pele) também podem estar na formulação”, explica a farmacêutica. Os ativos são encontrados em farmácias de manipulação. “Procure sempre seu médico, que pode orientar a dosagem mais eficiente para o seu tratamento”, completa.

*Alimentar-se bem — Pessoas que engordam e emagrecem com frequência são mais propensas a sofrer com a acumulação de gordura no pescoço, segundo a dermatologista. Manter uma dieta saudável e praticar exercícios físicos são segredos valiosos para cultivar e manter a elasticidade do pescoço.

*Recorrer às tecnologias — Quando a indicação dermatológica é realmente o uso de tecnologias, o resultado pode ser bem expressivo. A dermatologista Dra. Claudia Marçal sugere o microagulhamento de ouro com radiofrequência em associação ao drug delivery. “Aproveitando as portas de entrada que, pela penetração das microagulhas de ouro geram uma zona de coagulação por toda a sua extensão, o tratamento é associado à radiofrequência causando uma injúria indolor local e o aquecimento da derme e hipoderme. Isso ocorre sem dano de ablação epidérmico e dérmico, porém remodelando todo o colágeno e promovendo a redensificação e elasticidade do local da aplicação”, explica. O drug delivery com Vitamina C, Ácido Hialurônico e Ácido Retinóico ajuda a renovar a pele. As sessões são três em média, com intervalo de trinta dias. Para rugas mais expressivas, o laser de CO2 é ainda considerado o Gold Standard para rejuvenescimento intenso. “Através de colunas de coagulação, promove uma injúria modulada nas fibras do colágeno realmente promovendo neocolagênese”, destaca a Dra. Claudia Marçal. O tratamento pode ser feito em única sessão ou até três com intervalos de sessenta dias com efeito máximo de rejuvenescimento. “As técnicas podem ser combinadas, devem ser escolhidas pelo dermatologista, levando em consideração a idade, época do ano, necessidade e fototipo do paciente em questão”, explica a dermatologista. A farmacêutica explica que, após os procedimentos, o uso de cremes regeneradores como Hydroxyprolisilane CN e fortalecedores da função de barreira como Hyaxel podem ser utilizados, com a devida orientação dermatológica.

Fonte:
DRA CLAUDIA MARÇAL — Dermatologista da Clínica de Dermatologia Espaço Cariz, com especialização pela Associação Médica Brasileira (AMB), membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da American Academy of Dermatology (AAD), CME (Continuing Medical Education) na Harvard Medical School.

MIKA YAMAGUCHI — Formada pela Faculdade Farmácia Bioquímica pela faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP – Universidade de São Paulo. Consultora Técnica da Biotec Dermocosméticos, empresa fornecedora matérias primas para cosméticos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s