Amiga, será que meu filho tem algum problema, ele não para de engordar? por Lana Côrtes

 Olá amigas, tudo bem? 

Hoje de manhã, eu encontrei uma amiga que falou da alegria de ser avó. Como eu sou também, fato que é o mais lindo da minha vida, Falamos sobre esta linda fase nossa. Ser avó é mais fácil quando você presta atenção nas mudanças da tecnologia, na  evolução de nossas crianças e, claro, na alimentação atual. Alguém aqui já viu uma criança ligando um celular? Qualquer um? E entrando no youtube para ver seu desenho predileto na faixa dos dois anos? Já? eu muito.. já vi muito isso! Ual……. que fofos não são? Mas e ai? Você está acompanhando esta evolução como? Entrando na rede tbm.. Muitooooo bom! Parabéns.

criança fruta

Falar para uma criança não coma isso! Você está gordo ou gorda, tem que fazer regime é apenas uma agressão psicológica infantil. Como você acha de como uma criança se sente quando alguém diz: Você está gordo! Ainda mais para uma criança que esta ali seguindo as suas orientações,come o que você dá para ela comer. Isso é básico, claro demais. Você que vai comprar a comida, certo? Você quer que ele(a) coma o que? O que você oferece. Ela se sente injustiçada, ela sente traída, triste com conflito interno. Você dá e você mesma reclama.

Vocês já perceberam que muitas,  -nem todas ok?  – tem preguiça de ir pra cozinha preparar uma alimentação saudável para seus filhos? Pense bem.. pensou? Sim, elas (as mães moderninhas) fazem tudo pré pronto, que seja bem fácil e rápido na cozinha. O kinojo é o líder nacional das mães jovens. Os salgadinhos de isopor, então.. nossa, virou enchedor de barriga infantil. E as balas hiper açucaradas? refris? Você dá para seus filhos ou já viu alguém dar? Pergunto a você mamãe linda jovem: Quando são bebezinhos, você compra ou já comprou os potinhos prontos, certo? É muito mais fácil.  Para uma emergência vá lá, mas para o dia a dia tem dó!

Isso é preguiça e você está envenenando seus filhos. Depois, leve ao médico, leve bronca, compre, gaste bastante dinheiro com remédios e ainda deixa seu filho problemático emocionalmente. OK? Bem, se quiser leve-o pra um terapeuta tbm.

Mas sabe quem precisa de um psicologo? Você. – ahhhhhhhhhh eu já fiz terapia, ta? Pra depois ninguém ficar tentando me jogar pedras. hehehehehe. Pois de obesidade eu entendo muto bem.

Delicadamente agora darei umas dicas  – a da Vovò Lana.

Se o seu filho não estiver aceitando frutas, mantenha-os sempre perto delas e ao alcance de toda família. É possível que ele se sinta incentivado a provar alguma, vendo seus pais, avós ou irmãos degustando também. Não precisa entrar em desespero e nem se irrite com esta mudança. Faça com tranquilidade.

Se você já fez a besteira de cair na tentação das guloseimas venenosas, (muitas mães leem os rótulos achando que tá tudo bem) e seu filho(a) engordou e fica cansado o tempo todo, nunca diga a ele: – Você está gordo, tem que fazer regime. Diga: Vamos comer com saúde?  Compre e prove alimentos antes dele e diga: – Está fruta é muito boa, tem estas tais vitaminas etc. Se for um pouco azedinha, diga a verdade e deixo-o experimentar. Vá introduzindo a cada dia. Detalhe, você acabou de pensar: Eu não gosto de frutas.. Diga a verdade a criança. Mas prove na frente dela, quem sabe você pode gostar agora. Só vai te ajudar, concorda?

Jamais compre coisas que  viciam e fazem mau a você e sua criança. Doces, chocolates, sim, mas em pouca quantidade e sem comemorações. Comemore ou mostre alegria nas frutas e verduras.

Vá até a sua geladeira e no armário da “perdição” e coma você, todas as porcarias que estão lá. Afinal, foi você mesma que comprou. Agora, se eduque junto ao seu filho(a).

Tudo isso, quero deixar claro que é para as mães preguiçosas, descartando qualquer possibilidade de problemas endócrinos. Eles existem e devem ser monitorados junto a um médico.

Agora, vejam as dicas que separei para você do Dr. Guilherme D’andrea Saba Arruda  – bjs, da Vovó Lana – Jovem e linda que ama a vida.  Modesta tbm. beijão!

Sedentarismo e hábitos alimentares ruins podem causar hipertensão arterial infantil

 Cardiologista do Hospital e Maternidade São Luiz Anália Franco explica que a doença é silenciosa e afeta pessoas de todas as idades, incluindo crianças e adolescentes

A hipertensão arterial, mais conhecida como pressão alta, é uma doença assintomática e silenciosa, que traz muitos danos à saúde e acomete todos os tipos de pessoas, de idosos a crianças, sem uma causa central definida. Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), estima-se que 25% da população brasileira adulta são hipertensas, chegando a mais de 50% em pessoas acima dos 60 anos, mas também presente em 5% das crianças e adolescentes. A doença é responsável por 40% dos infartos, 80% dos derrames e 25% dos casos de insuficiência renal terminal, por exemplo.

Mais conhecida entre as pessoas adultas, a doença vem crescendo entre crianças e adolescentes, e raramente são identificadas pelos pais. Os sintomas costumam ser imperceptíveis e quando aparecerem as complicações já estão instaladas, nesses casos, os mais comuns são dor de cabeça, tonturas, falta de ar, zumbido no ouvido, visão embaçada, sangramento nasal e cansaço. “Por ser uma doença silenciosa, é muito importante avaliações periódicas da pressão nas consultas médicas de rotina das crianças e adolescentes, pois é uma das únicas maneiras de enxergar uma possível alteração”, alerta o Dr. Guilherme D’andrea Saba Arruda, cardiologista do Hospital e Maternidade São Luiz Anália Franco.

Antes de qualquer avaliação final e determinação de qual tratamento seguir, é necessário checar primeiramente qual hipertensão (primária ou secundária) a criança ou o adolescente está. Em muitos dos casos, a pressão alta é secundária, manifestando-se como um sintoma de uma doença base, como por exemplo, insuficiência renal, doenças metabólicas e tireoides. Nesses casos, ao combater a causa, a hipertensão secundária é curada.

Já a hipertensão primária infantil, é mais difícil de determinar uma causa específica, mas assim como em adultos, histórico familiar, consumo de bebida alcoólica (adolescência), hábitos alimentares ruins e sedentarismo são as principais causas.

Segundo dr. Guilherme não é muito difícil entender pois essa doença tem crescido entre crianças e adolescentes. É necessário observar seus hábitos alimentares e estilo de vida. Consumo excessivo de alimentos com muito sal e pouco saudáveis (salgadinhos, bolachas, ketchup, macarrão instantâneo, salsicha, batatas chips) e sedentarismo, já que atualmente todas as brincadeiras estão restritas em jogos eletrônicos, videogame e smartphones, atualmente fazem parte do dia a dia das crianças e jovens e são considerados fatores de risco para essas doenças.

 Tratamento

O tratamento é determinado pelo médico e dependerá de sua orientação, mas pode-se dizer que a principal mudança deve ser no estilo de vida desses jovens. O incentivo familiar é essencial. Adquirir hábitos alimentares saudáveis, praticar esporte, como uma caminhada de 30 minutos (3 a 4 vezes por semana), controle do peso, evitar o tabagismo e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas são fatores importantíssimos para um tratamento eficaz, orienta o cardiologista.

 Você sabia?

– Tabagismo é responsável pelo grande quadro de pessoas hipertensas no país.  E o fumante passivo, no caso das crianças, favorece o surgimento da doença;

– Somente a atividade física pode reduzir os quadros hipertensos em até 20%;

– Estresse e pressão psicológica podem aumentar a pressão arterial;

– Uso da pílula anticoncepcional na adolescência pode causar hipertensão;

– Pais sedentários geralmente tornam seus filhos sedentários, pois não há exemplo de estímulo.

_______________________________________________________________

Para finalizar, tire suas dúvidas em casa, monitorando você e seu filho com tiras de glicose vendidas em drogarias e farmácias. Elas funcionam através do teste de urina, igual aos de gravidez, e você poderá saber se já deve procurar um médico para vocês. Procure mais sobre – http://www.confirme.com.br  – Monitore sempre. Indico o da Linha Confirme! Confirme Glicose+Corpos Cetônicos. Eu descobri que tinha diabetes tipo 2 com este teste. Ahhh eu já curei. ok? Lana Côrtes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s