Superstição: Você acreditar ou não, eis a questão! – por Lana Côrtes

Simpatias e Superstições para Ano Novo

Somos um povo com muitas influencias religiosas e por isso cultuamos muitas crenças. por medo, superstição ou mesmo por costume, costumamos seguir algumas tradições. Ainda mais quando chega o Ano Novo, queremos mesmo é ter sorte no que está nascendo. No Folclore, crendice é quando você crê em coisas que a lógica não explica, já a superstição é a mesma crença quando envolve sentir medo e suas conseqüências.

Apesar da maioria das pessoas dizer que não é supersticiosa, elas mantêm hábitos típicos de quem realmente é.

Tão antigas quanto a própria humanidade, as origens das crendices e superstições, chegaram no Brasil junto com os portugueses, mesclaram-se às crenças dos índios e depois a dos escravos africanos. Dai para frente foram incorporadas à cultura brasileira juntamente com as crenças de outros imigrantes que aqui se instalaram.

Como não encontramos explicação para alguns fenômenos da natureza ou simplesmente as origens das coisas, buscamos em nossa imaginação explicações mágicas. Na dúvida ou no medo construímos as crendices, na tentativa de neutralizar estes presságios e, assim, o povo brasileiro possui uma série de superstições que desejam cumprir principalmente na vidada do ano.

Me diga uma coisa: Você vai pular sete ondas, usar roupas brancas, comer uvas, bicho que não cisca,  lentilhasm sementes de romã e depois guarda os caroços na carteira? Parabéns, você cumpre direitinho a lenda.

Bem, estas são apenas algumas das muitas superstições de Final de Ano. Afinal, para dar  ou ter mais sorte, vale de tudo, não é mesmo?! E então: Acreditar ou não, eis a questão!

ano novo

A lenda grega  que é possível recarregar as energias por meio do mar. Mas já ouvi de uma vidente que entrar no mar a meia noite, onde milhares de pessoas entram com toda a sua energia, onde muitos tem forte carga negativa, não é bom, ainda mais na água que tem sal. Eu parei de pular as sete ondas. Agora, se você não acredita nisso, vá com fé e pense em só descarregar… ai ai ai.. boa sorte! Esta simpatia de pular as primeiras sete ondas vem de uma tradição africana ligada à umbanda e ao candomblé. O sete é considerado espiritual, são sete dias da semana e sete chacras. Pular este mesmo número de ondas ajuda a invocar os poderes de Iemanjá, dando forças para vencer os obstáculos do novo ano que virá.

O povo africano também trouxeram a tradição de usar roupas brancas na virada do ano. E esse costume chegou ao Brasil durante a escravidão e é muito praticado até os dias de hoje. A cor significa paz e purificação. Na África, os devotos também vestem a cor para homenagear a Deusa do Mar  – Iemanjá – com oferendas no Ano Novo.

Tradição da Espanha, comer 12 uvas à meia noite é um costume, sendo um grão para cada batida do relógio. Alguns acreditam que a doçura de cada uva prevê como será cada mês do ano. Se a primeira uva for amarga, janeiro poderá ser um mês difícil. Se a sétima for doce, estará tudo certo com o mês de julho. A tradição começou em 1909, quando houve uma grande produção da fruta no país.

A lentilha, um ótimo alimento, rico em nutrientes e em fibras, é tradição muito seguida por nós brasileiros, é assimilada às moedas. A superstição diz que saboreá-la no Réveillon é sinônimo de fartura, por causa do grão, que quando cozido aumenta de tamanho – assim como sua fortuna. Boa não é?

COMIDAS QUE DÃO SORTE

LENTILHAS: uma colher de sopa é suficiente para assegurar um ano inteiro de muita fatura à mesa. A origem desta superstição é italiana e foi trazida para o Brasil pelos imigrantes.

ROMÃS: para atrair dinheiro, coma sete partes, guardando as sementes na carteira.

BAGOS DE UVA: para os portugueses, comer 3, 7 ou a quantidade correspondente ao seu número de sorte garante prosperidade e fartura de alimentos. Para garantir também dinheiro, guarde as sementes na carteira ou na bolsa, até a troca do próximo Ano-Novo.

CARNE DE PORCO: deve ser o prato principal da ceia, servida à meia-noite. Como o porco fuça pra frente, garante armários cheios o ano todo. Evite o peru, que cisca para trás.

NOZES, AVELÃS, CASTANHAS E TÂMARAS: estas, trazidas para cá pelos imigrantes de origem árabe, são recomendadas para garantir fartura.

Para finalizar: O sol nasce para todos, a lua para quem merece. Portanto seja boazinha, viu? Não basta só ser supersticiosa. beijinhos e Feliz Natal e um Ano Novo Magnifico.

CALCINHA OU CUECA NOVAS: Dão sorte no amor, porque deixam os mal-entendidos para trás. São recomendadas principalmente para quem está começando namoro, para garantir o futuro.

ROUPA BRANCA: é um hábito relativamente recente, trazido para o Brasil com a popularização das religiões africanas. O branco representa luz, pureza, bondade.

QUALQUER PEÇA AMARELA: pode ser uma peça íntima, um lenço, uma faixa ou um pequeno lacinho amarelo (que deve ficar sempre na sua bolsa). O amarelo representa o poder do ouro e, dizem, atrai dinheiro.

UMA NOTA DE DINHEIRO DENTRO DO SAPATO: os orientais dizem que a energia entra no nosso corpo pelos pés. Vai daí, o dinheiro no sapato atrai mais e mais riquezas.

LENÇÓIS NOVOS: a dica é especial para recém-casados. Dizem que os lençóis novos, na primeira noite de ano, deixam as possíveis ameaças do ano passado na máquina de lavar.


OS CUIDADOS COM A CASA

  • A casa deverá ser limpa, varrendo-a de trás para frente, e o lixo deve ser deixado fora. As vassouras devem ser queimadas e as cinzas enterradas.
  • Nada quebrado deve ser deixado na casa (jarros de planta, garrafas, copos, pratos e espelhos).
  • Lave os batentes da casa com sal grosso e água, ou água do mar.
  • Borrife a casa com água-benta nos quatro cantos. O ideal é pintar toda a casa, colocar lâmpadas novas (não deixar lâmpadas queimadas).
  • Verifique se os sapatos estão em ordem e se as roupas não estão pelo avesso.
  • As flores da casa devem ser amarelas para chamar ouro.
  • As portas e janelas das casas devem estar abertas e as luzes acesas.
  • Tudo isso atrai boa sorte e bons fluidos no Ano Novo que vai chegar.

À MEIA NOITE, DEPOIS DOS ABRAÇOS.

PULAR SÓ COM O PÉ DIREITO: atrai boas coisas para a sua vida, pois, segundo a Bíblia, tudo que está à direita é bom.

JOGAR MOEDAS, da rua para dentro de casa. Atrai riqueza para todos que moram no lugar.

DAR TRÊS PULINHOS, com uma taça de champanhe na mão, sem derramar uma gota. Depois, jogar todo o champanhe para trás, de uma vez só, sem olhar. Deixa para trás tudo de ruim. Não se preocupe em molhar os outros: quem for atingido pelo champanhe terá sorte garantida o ano todo.

SUBIR NUM DEGRAU numa cadeira, enfim, em qualquer coisa num nível mais alto. Diz o folclore que isso dá impulso à sua vontade de subir na vida. Comece, é claro, com o pé direito.

FAZER BARULHO: Os povos antigos acreditavam que afugenta maus espíritos. Vale apito, batucada, bater panelas, desde que seja exatamente à meia-noite. Dizem que não há mal que resista.

ACENDER VELAS NA PRAIA ou jogar rosas nos espelhos de água, em intenção de Iemanjá. A deusa africana protege seus fiéis, com saúde, amor e dinheiro o ano todo, dia o candomblé. (CRUZ,89).

……Há ainda o costume de receber o Ano Novo, à meia-noite, com fogos de artifícios, sinos tocando e muita música.


PARA TER SAÚDE E DINHEIRO O ANO TODO

..Para ter paz, saúde, aumentar o dinheiro e preservar a harmonia no lar o ano todo, vale a simpatia das três rosas brancas.

..Pegue três rosas brancas, e coloque-as em um vaso virgem branco ou de vidro transparente. Coloque dentro dele seis moedas, uma cebolinha, água e deixe ficar assim durante sete dias.

..Depois dos sete dias, troque a água, tire a cebolinha e troque as rosas. Só deixe ficar as moedas.

..Essa prática deve ser repetida de sete em sete dias, de preferência nas sextas-feiras, o ano todo.

PARA NUNCA FALTAR DINHEIRO

Compre um lenço e na noite de 31 de dezembro, exatamente na hora da passagem do ano novo, molhe-o e coloque-o para secar.

Antes de o sol nascer, recolha o lenço e amarre dentro dele alguns níqueis. Só abra esse embrulho na meia-noite do próximo 31 de dezembro. Daí para frente, nunca mais há de faltar dinheiro.


SUPERSTIÇÕES

……1 – Não passe o Ano Novo com os bolsos vazios.

……2 – Coma doze uvas verdes, à meia-noite do Ano Novo, para ter dinheiro em todos os meses do ano.

……3 – Guarde em lugar seguro, para ninguém achar, a tampa da garrafa de “champagne”, que tenha feito muito barulho, usada na festa de Ano Novo, chama dinheiro.

……4 – Defume a casa, na véspera do Ano Novo, com um defumador feito com carvão, xerém e açúcar. Além de chamar sorte e dinheiro, tira, também, o azar do ano velho.

……5 – No dia de Reis (6 de janeiro), coloque três caroços de romã dentro da carteira, para ter dinheiro durante o Ano Novo.

F E L I Z    A N O    N O V O ! ! ! Lana Côrtes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s